17 de novembro de 2017

Entrevista :: Frank Gambale

Hey there! Another interview! And indeed a very special interview! Mr. Frank Gambale here on Guitar Tech! One of the greatest (maybe the great) guitar teacher in the world! And also a very iconic musician in the jazz / fusion scene! Anyone who knows guitar knows his importance as a musician and as teacher. I can remember in my times studying at IG&T, all teachers were constantly bringing materials or talking about Frank Gambale's methods! I remember always being on the internet researching his materials and watching his performances in videos!
I don’t have many words to express how happy I am to be able to interview one of the greatest guitarists (whether as an artist or as an instructor) of all time! For me, it is an honor, a privilege that I value too much! Great personal and professional accomplishments talk about music with someone of this level.
I'm really happy to see my blog taking such a good progress! I tell you guys ... Don’t miss any details of this interview .... We’re talking to one of the greatest guitar teachers in the world! This is a unique privilege! Words and subjects that will be important to all musicians! In the interview we talked about beginning in music, gear, his vision as teacher and artist, future releases, internet and much more!
To Frank! My eternal thank you for the privilege of having your words here on the blog! We look forward to seeing you here in Brazil! Thank you so much!

Salve, Salve Galera! Mais uma entrevista! E de fato uma entrevista muito especial! Sr. Frank Gambale marcando presença aqui no Guitar Tech! Um dos maiores (senão o maior!) professor de guitarra do mundo! E também um músico muito icônico no cenário jazz/ fusion! Quem conhece guitarra sabe da importância dele como músico e professor. Me lembro nas épocas de IG&T, onde todos os professores constantemente traziam materiais ou falavam sobre os métodos do Frank Gambale! Me lembro de estar sempre na internet pesquisando seus materiais e conferindo suas performances em vídeos!
Não tenho muitas palavras para expressar o quão estou feliz em poder entrevistar um dos maiores guitarristas (seja como artista ou como instrutor) de todos os tempos! Para mim é uma honra um privilégio que dou muito valor! Uma grande realização pessoal e profissional conversar sobre música com alguém desse nível.
Fico de fato muito feliz em ver o blog tomando um rumo tão único! Digo  à vocês... Não percam nenhum detalhe dessa entrevista.... Estamos falando com um dos maiores professores de guitarra do mundo! Isso é um privilégio único! Palavras e assuntos que serão importantes para todos músicos! Na entrevista conversamos sobre começo na música, equipamento, sua visão como professor e artista, futuros lançamentos, internet e muito mais!
Ao Frank! O meu eterno muito obrigado pelo privilégio de ter suas palavras aqui no blog! O aguardamos ansiosamente aqui no Brasil para apresentar seus novos trabalhos! Muito Obrigado!




1-) Tell us a little bit about your beginning in music. What about the first challenges? And who are your first influences?
I started playing when I was about 7 years old. I don’t remember having any difficulties playing the guitar…perhaps I have just forgotten because it was 51 years ago…as long as I can remember I could play the guitar. In the early days I was influenced by the Beatles, John Mayall and Jimmy Hendrix and many others.

1-) Conte nos um pouco sobre seu começo na música. Quais foram os principais desafios da época e quais as suas primeiras influências?
Comecei a tocar quando tinha sete anos de idade, naquela época não me lembro de ter tido alguma dificuldade em aprender guitarra, talvez não consiga me lembrar de certos detalhes por que comecei a tocar cerca de 51 anos atrás. Ao que posso me lembrar não tive muitas dificuldades, minhas principais influências da época eram Beatles, John Mayall. Jimmy Hendrix e muitos outros.



2-) Nowadays, in your free time what have you been studying? And what kind of music have you been listening?
There isn’t much spare time these days. I spend lots of time writing music and I also love to improvise so I practice chord changes from my songs or standards or whatever I feel like improvising over. I’m working on rhythms and time and displaced rhythms for fun. I’m really into songwriting at the moment so I’m listening to songs from Beatles, Sting, James Taylor, Joni Mitchell, Steely Dan, Earth, Wind & Fire, Ivan Lins, Pino Daniele, Chris Thile, really broadening my pallete these days.

2-) Atualmente, em seu tempo livre o que tem estudado? Quais gêneros musicais tem escutado?
Não ando tendo muito tempo para estudar nesses últimos dias. Ultimamente tenho me concentrado em escrever música! Também gosto muito de improvisar, então pratico as mudanças de acordes nas minhas músicas e também em alguns “standards”. As vezes gosto de me concentrar nas improvisações, fico trabalhando em ritmos e contratempos apenas para me divertir! Estou bastante concentrado nas composições, então ultimamente tenho ouvido muito Beatles, Sting, James Taylor, Jony Mitchell, Steely Dan, Earth, Wind & Fire, Ivan Lins, Pino Danielle, Chris Thile, são esses os artistas que atualmente estão me influenciando!



3-) About Brazilian music! We know that your music brings us countless musical languages! Including some Brazilian elements! Could you mention some Brazilian musicians that you've played or who were your influences? And specifically about the guitar players, any name that comes to your mind? Any plans for a new tour here in Brazil?
 I love Brazilian music. Hermeto Pascoal, Ivan Lins are my two favourites. Of course Jobim too when I’m feeling mellow! I really like Cacau Santos. I would love to tour Brazil again soon. No plan at the moment. Perhaps in 2018 when the new Soulmine album “Salve” is out.

 3-) Sobre Música Brasileira! Sabemos que sua música trás inúmeras linguagens musicais, inclusive alguns elementos brasileiros! Poderia mencionar alguns músicos brasileiros que você já tocou ou que te influenciaram? E especificamente sobre os guitarristas, algum nome que tem em mente? Planos para uma turnê no Brasil?
Gosto muito de música brasileira. Hermeto Paschoal, Ivan Lins são meus favoritos! Claro... Tom Jobim! Eu realmente gosto muito do Cacau Santos, adoraria fazer uma turnê no Brasil novamente. Mas por enquanto não tenho planos para... Possivelmente em 2018 quando meu próximo trabalho intitulado “Salve” estiver pronto.



4-) About your gear! What do you use in studios and stages? Have many differences between both situations?
 I’ve been using my Kiesel FG-1 guitars and also the Cort Frank Gambale Luxe acoustic both live and in the studio. On my new Soulmine album “Salve” I recorded everything direct through the DV Mark MultiampFG and it sounds amazing. It’s the first time I’ve recorded an album without using my speaker cabs. Live I use the MultiampFG plus two DV Mark 212FG speakers. I keep it simple. The MultiampFG has power amp, preamps and effects all built in. I love having everything in one place and just switch programs with a midi foot controller and I use a Roland FV500 volume pedal for expression after the preamp. That’s it..

4-) Sobre equipamento! O que tem usado em estúdios e palcos? Alguma diferença entre ambas as situações?
Tenho usado minhas guitarras signatures da Kiesel, modelo FG-1 e da Cort modelo FG Luxe, ambas nos palcos e nos estúdios. No meu novo álbum gravei tudo diretamente do meu amplificador DV Mark Multiamp FG, e ficou muito bom! Primeira vez que gravo um álbum sem usar meus gabinetes! Ao vivo uso o mesmo amplificador e duas caixas DV Mark 212FG, mantenho as coisas simples! O meu amplificador tem o power amp, pre amp e efeitos. Gosto da ideia de ter tudo programado em um único equipamento e vou mudando as programações de efeitos através do controlador midi. Uso também um pedal de expressão Roland FV500 depois do pré do amp. É isso! 



5-) You are well known for being one of the greatest guitar teachers in the world! Having developed materials and being present all over the world doing clinics and workshops! In your view, what is the importance of musical study in personal and professional musician’s development?
Knowledge is power I always say. There’s nothing wrong with being a smart, intelligent, educated musician. I’m a very strong advocate for Harmony & Theory…In fact I just finished an 18-hour video course called Harmony & Theory for my new online guitar school (http://www.frankgambaleonlineguitarschool.com) which will be released in the next month or so. I love to educate to the best of my ability. I want to help to raise the level of guitarists by offering ways to understand music in a methodical and easy to follow way. To improve yourself through diligent study of Harmony and Theory and transcription and listening and practicing is nothing but a BIG positive in my opinion.

5-) Você é muito conhecido por ser um dos maiores professores de guitarra no mundo inteiro! Lançou inúmeros materiais e esteve presente no mundo inteiro fazendo clínicas e workshops! Na sua visão qual a importância do estudo musical em nossa formação profissional e pessoal?
Conhecimento é poder! Sempre digo... Não há nada de errado em ser um músico esperto, inteligente e educado. Sempre defendo o estudo da harmonia e teoria musical. Recentemente terminei um curso de 18 horas para meus novos alunos online, intitulado Harmonia e Teoria. ( http://www.frankgambaleonlineguitarschool.com). Que será lançado nos próximos meses. Gosto de ensinar, quero sempre ajudar a elevar o nível de conhecimento dos guitarristas os ajudando a entender música de uma forma mais simples e objetiva.
Melhorar através do estudo de Harmonia e Teoria, transcrição e audição e prática não é nada além de algo muito benéfico para nossas vidas musicais!



6-) Nowadays we have internet and software computers working so close to the professional music. What do you think about it? And how it helps us to spread our works?
To me it’s a double-edged sword. On one side the internet is great for artists to reach directly to their fans and to seek out fans through social media. On the other hand, easy access also means it’s easy to download music for free through file sharing sites. Musicians ultimately need to be paid for their work. Same is true of books and movies these days. Tighter control over copyright material is critical for the future of our industry. Streaming services such as Spotify are considered a bright light by the industry because it is growing while CD and downloading sales a way down. The problem is Spotify (among others) pay roughly .000006 cents per play of a song. It seems quite ridiculous really when Spotify just passed the 50 million subscribers mark. With 50 million people paying $10 a month that’s $500,000,000 (500 million) a month these guys are making….and they can’t pay musicians a fair rate for our music??? These folks are ripping us off hand over fist. Only one album of mine is available on Spotify and it’s an album I don’t own the masters. Ironically, I just read a news item on the BBC news website that there’s software available now for people to hack Spotify. This makes me really happy because they have been getting away with murder and I for one, will be happy to see them go bankrupt! Musicians are constantly exploited.

6-) Atualmente temos a internet e softwares trabalhando lado à lado com a música profissional. O que acha pensa sobre? E como isso pode ajudar a disseminar nossos trabalhos?
Para mim é uma faca de dois gumes. Em um lado a internet é ótima para conectar os artistas com seus fãs de forma bem direta através das redes sociais, por um outro lado fácil acesso sempre trás por consequência a facilidade em baixar músicas sem custos! Os músicos precisam pagar por seus trabalhos, o mesmo para livros e filmes nos dias de hoje. O controle mais rigoroso sobre o material de direitos autorais é fundamental para o futuro do nosso setor. Os serviços de streaming, como o Spotify, são considerados uma ótima alternativa para a indústria porque está crescendo enquanto o CD e o download de vendas diminuem. O problema é que o Spotify (entre outros) pagam aproximadamente 0,000006 centavos a cada vez que sua música é tocada. Parece bastante ridículo quando Spotify acaba de passar a marca de 50 milhões de assinantes. Com 50 milhões de pessoas pagando dez dólares por mês, são 500 milhões de dólares que esses caras fazem por mês ... E não podem pagar aos músicos uma taxa mais justa? Essas pessoas estão nos arrancando o couro. Apenas um dos meus álbuns está disponível no Spotify e é um que não tenho as masters. Ironicamente! Acabei de ler uma notícia no site de notícias da BBC, que existe um software disponível para que as pessoas possam invadir o Spotify. Isso me deixa muito feliz. Ficaria muito feliz em vê-los falidos! Os músicos são constantemente explorados.



7-) In your songs, solos and improvisations it’s common the use of arpeggios and sweep picking and it really sounds great! We know that you are one of the precursors of this technique and spent many years researching this! In your view, how important is the use of arpeggios in jazz and in many different harmonies?
Firstly, I’m the originator of the Sweep Picking method. I was the first person to write a book and do a video on the subject in the mid 80s and I am it’s main proponent. Everything I have ever seen written on the Sweep Picking subject is derivative of my work on the subject. I have developed it to a high art form and nobody else plays the way that I do. I have also developed a great many news applications for Sweep Picking which is why I recently released “The Definitive Sweep Picking Course” a 10-hour video course at my online guitar school. It updated and includes the fundaments plus all the new developments over the last 30 years since I did the original works.
 I think it’s a big generalization to talk about only the arpeggios in jazz or in my music. Sweep Picking is basically a method that uses the pick to go the same direction across strings every time with the same picking direction. So the last note on a string is always going in the direction of the line. This can be over 2, 3, 5, or 6 strings. Arpeggios are important of course, they are a beautiful musical tool, but you could say the same about triads, intervals or pentatonics or chromaticism. They are all important tools.

7-) Em suas músicas, solos e improvisações, é comum o uso de arpejos e também da técnica de sweep picking! E realmente soa muito bem! Sabemos que você é um dos precursores dessa técnica, passou muitos anos pesquisando sobre! Em sua opinião, qual é a importância do uso de arpejos no jazz e também em diferentes harmonias?
Em primeiro lugar, sou o criador do método Sweep Picking. Fui a primeira pessoa a escrever um livro e fazer um vídeo sobre o assunto em meados dos anos 80 e eu sou o principal percursor da técnica. Tudo o que eu já vi escrito em relação ao sweep picking é baseado em meus trabalhos. Eu desenvolvi isso de uma maneira tão própria que ninguém toca exatamente da maneira que elaborei e pensei a técnica. Eu também desenvolvi um grande número de materiais falando sobre o uso da técnica de Sweep Picking e também lancei recentemente "The Definitive Sweep Picking Course" um curso de vídeo de 10 horas na minha escola de guitarra online. Atualizei algumas coisas e inclui fundamentos e também novos conceitos elaborados nesses últimos 30 anos desde que eu fiz os primeiros materiais. Penso que é uma grande generalização falar apenas sobre os arpejos no jazz ou na minha música. Sweep Picking é basicamente um método que usa a palheta em uma única direção para se tocar todas as cordas. Portanto, a última nota de uma corda está sempre na direção da palheta. Isso pode ser em duas, três, quatro, cinco ou seis cordas. Os arpejos são importantes, é claro! Ótimas ferramentas musicais! Mas poderíamos dizer o mesmo sobre tríades, intervalos, pentatônicas ou cromatismo. São todas ferramentas muito importantes.



8-) What was the greatest moment in your career that you could remember? Or the greatest concert?
There’s been lots. In 2011 I was on tour with Return To Forever in Australia and we played at the iconic Sydney Opera House to a sold out show of 5000 people. My family was in the 9th row. For a kid who grew up in Australia I remember as a child the Opera House being built and it has been a symbol of Australia ever since. Well, it was an incredible and emotional highlight for me to return to my  country of origin, my homeland and play at the Sydney Opera House to a sold out show with my family present.
Some other memorable ones are some of the most recent. My group Soulmine played some shows in Europe in October this year and it was about as joyful as music can be to be performing music from my next Soulmine album which comes out early 2018. It’s called “Salve” and it’s my best album to date. To be out playing this music with my band at these festivals was an absolute natural high!!

8-) Qual foi o melhor momento de sua carreira, ou um grande show que poderia se lembrar?
Há inúmeros momentos marcantes. Em 2011 estava em turnê com o Return To Forever na Austrália e tocamos no icônico “Sidney Opera House”. Todos os ingressos esgotados e uma média de cinco mil pessoas na plateia. Minha família estava na nona fileira. Passei minha infância na Austrália, e posso me lembrar da “Sidney Opera House” sendo construída naquela época e sempre foi um grande símbolo do país. Bem! Foi uma lembrança incrível e muito emocionante para mim, retornar ao meu país de origem, minha pátria e tocar naquele lugar maravilhoso com toda minha família e com todos os ingressos esgotados.
Alguns outros momentos memoráveis, alguns mais recentes. Minha banda Soulmine esteve na Europa, em outubro desse ano e foi extremamente gratificante estar lá e tocar algumas músicas do meu próximo CD “Salve” que saíra no próximo ano e com certeza será meu melhor trabalho. Estar em turnê com minha banda, tocando em festivais é sempre muito bom.



9-) What good advice would could you give to young guitar players who are studying music and who wants to make this their profession?
Study, focus on self-improvement. Learn all you can about music and learn all styles. Be the best musician you can be. If you’re a great player with a great sound and you’re a reliable fun person…people will come to you and want to play with YOU!

9-) Qual o conselho que você daria para os jovens guitarristas que estão estudando e querem fazer da música uma profissão?
Estudar, foco no desenvolvimento, Aprender tudo que possa aprender sobre música e aprender todos os gêneros musicais possíveis! Seja o melhor músico que você possa ser! Se você for um grande instrumentista com ótimas sonoridades você será um músico confiável e as pessoas irão querer tocar com você!



10-) In your opinion what is indispensable to be good musician?
Get along well with others, take regular showers, have a great sound, be punctual, have a good car, be prepared, study music, be the best player you can be and play your ass off!

10-) Na sua opinião, o que é indispensável para ser um bom músico?
Conviver bem com as outras pessoas, ter uma regularidade de shows, ter uma aparência apresentável, ter uma boa musicalidade, ser pontual, ter um bom carro, estar preparado, estudar música, ser o melhor músico que você possa ser e ponha para detonar!



11-) To finish, we would like to thank you so much for this interview! And ask you to give a short message for your fans, Guitar Tech’s readers and all Brazilians guitar players.
 I love Brazil. I have never met a Brazilian that I don’t like…beautiful people. I hope to be there again soon. Please check out my new album “Salve” coming soon and also visit my online guitar school for courses that will really make a difference to your life in music. Best wishes to all of you and thank you all for listening and learning and following me all these years, truly, thank you musicians of Brazil. Sincerely,
Frank Gambale

11-) Para terminar gostaríamos de agradecer pela entrevista e pedir que deixe uma pequena mensagem para seus fãs, leitores do Guitar Tech e todos os guitarristas brasileiros.
Eu amo o Brasil! Nunca encontrei um brasileiro o qual eu não gostei... Um povo ótimo! Espero estar aí em breve. Por favor fiquem atentos em relação ao lançamento do meu novo álbum “Salve” e também visitem minha escola online para conhecer alguns cursos que de fato farão a diferença em suas vidas musicais! Desejo tudo de bom a todos! Obrigado por apreciarem minhas músicas, meus métodos e apostilas em todos esses anos! Sinceramente... Muito obrigado a todos os músicos brasileiros! Atenciosamente,
Frank Gambale



ROCK!!!


Um comentário:

  1. The guitar is one of the perfect instruments, I love them. You can see more of my mini guitar here dam guitar mini
    guitar mini

    ResponderExcluir